Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

A nossa visita às piscinas

No dia 25 de Fevereiro, a turma A e B foram às piscinas aprender a nadar.
Dois meninos da turma A foram para a piscina funda, como por exemplo, o Tiago César e a Vanessa Sofia. E metade da turma B também foi.
Nós gostámos de nadar.
Tiago e Vanessa (2º Ano)
publicado por Turma A às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

O dia nas piscinas

Hoje, dia 25 de Fevereiro de 2008, a turma A e a turma B do Ciborro foram às piscinas cobertas.

O 4º Ano, o Tiago César e a Vanessa ( do 2º Ano) foram à piscina grande e os outros foram à pequena.

Os que foram à piscina grande fizeram coisas com a placa e o esparguete a fazer cavalinhos e os outros fizeram golfinhos e mais coisas.

Nós gostámos muito deste dia nas piscinas cobertas!

Daniel e Vanessa (2º Ano)

publicado por Turma A às 12:22
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

O Esperto

Era uma vez uma mulher que vivia com o seu marido e 7 filhos. Mas o azar deles era muito grande pois não tinham nem migalha de pão para dar aos filhos.

Um dia, o marido e a mulher fizeram com que os filhos se perdessem. O marido cortava lenha, a mulher vestia os filhos.

Mais tarde os filhos enquanto comiam pinhões aperceberam-se de que estavam sozinhos.

Os sete meninos perderam-se e o mais esperto é que se conseguiu orientar.

Quando chegaram a casa ouviram os pais a falar e a lamentar terem deixado os filhos. Quando os 7 rapazes ouviram isto foi um nunca acabar de beijos.

Mas o dinheiro começou a acabar e os pais resolveram voltar a deixar os filhos outra vez na mata. Mas o esperto ouviu tudo e voltou a subir a árvore para se orientar. Depois encontrou uma casa onde vivia uma mulher, 7 filhas e um Olharapo.

O Olharapo tinha de pensar numa maneira de saber distinguir os 7 pequeninos das 7 filhas. Pôs um carapuço em cada um e foi assim que ele conseguiu distinguir os 7 pequeninos das 7 filhas dele.

O esperto tiro os carapuços dos irmãos e da sua cabeça e o Olharapo apalpou as cabeças; aquelas que sentia de carapuço era um instante enquanto lhes torcia os pescoços e tragava.

Lá conseguiram fugir e encontraram uma cidade onde morava um rei. Os irmãos disseram que o irmão era capaz de fazer coisas incríveis e ele fez três coisas: tirar as botas das 7 léguas, tirar o papagaio e o cobertor de sinos, tudo do Olharapo.

O esperto roubou as coisas, os olharapos morreram e com as botas das 7 léguas foi dar a volta ao mundo.

Valentina, Miguel, Tiago NUno (3º Ano) e Raquel (2º Ano)

Resumo da história com o mesmo nome de Ana de Castro Osósio

publicado por Turma A às 12:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

A linda borboleta

Era uma vez uma linda borboleta chamada Madalena.

Ela gostava muito de brincar com as duas amigas que se chamavam Catarina e Raquel.

Mas um dia ela não viu as amigas, então foi à casa das amigas mas elas não estavam lá.

Como ela não tinha ninguém para brincar foi para casa.

No caminho ela viu uma joaninha chamada Vanessa.

A borboleta Madalena perguntou:

_ Queres brincar comigo?

_ Sim.

    E foram brincar a manhã toda e viveram felizes para sempre.

Vanessa (2º Ano)

publicado por Turma A às 15:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008

A Lenda das Sete Cidades

Há muito tempo havia uma terra chamada Atlântida, mesmo no meio do oceano.
Um dia, houve um grande tremor de terra que fez desaparecer a terra e só se ficou a ver o cume das montanhas, formando ilhas – as ilhas dos Açores.
Numa das ilhas, vivia uma princesa com o seu pai que era o rei. Certa altura, a princesa encontrou um pastor que estava a tocar uma linda música na sua viola. O pastor tocou horas e horas só para agradar a princesa, pois gostou muito dela.
Entretanto, chegou um príncipe que pediu ao rei para casar com a princesa. É que nessa altura, quem escolhia os noivos eram os pais e ninguém desobedecia.
Muito triste, a princesa foi ter com o pastor para o ver pela última vez. Os dois choraram tanto que as suas lágrimas formaram dois grandes lagos: um verde porque o pastor tinha os olhos verdes e um azul, porque a princesa tinha os olhos azuis.
Resumo Colectivo
publicado por Turma A às 21:20
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

O medo da floresta

Quando eu me perdi na floresta, eu teve muito, muito medo de encontrar uma coruja e uma cobra.
Mas, entretanto, eu sente-me feliz porque eu vi uma casinha. Fui para lá e encontrei uma coruja. Eu comecei a fugir e a coruja desistiu.
Quando ia a correr na estada eu vi uma tabuleta a dizer: «Montemor‑o‑Novo».

    E eu continuei. Encontrei a cidade de Montemor-o-Novo e fiquei muito feliz.

Ricardo (3º Ano)

publicado por Turma A às 00:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

A minha fantasia ideal

A minha fantasia ideal é uma palhaça.

Ela está vestida com um vestido de cor-de-rosa com pintas roxas, um casaco cor-de-rosa, uma peruca verde encaracolada, um chapéu da cor do vestido, colans brancos e um nariz vermelho e muito redondinho.

Eu gostava de ir desfilar em toda a aldeia do Ciborro, como no ano passado, mascarada de palhaça.

Vanessa (2º Ano)

publicado por Turma A às 12:26
link do post | comentar | favorito

A minha fantasia ideal

A minha fantasia é uma boneca divertida.

Tem dois totós e um chapéu muito engraçado. Tem óculos verdes e um sorriso muito sorridente. Tem roupas amarelas e um par de sapatos verdes.

Eu gostava de ir a uma festa com a minha fantasia.

Adoro a mina boneca tanto como a matemática.

Valentina (3º Ano)

publicado por Turma A às 12:25
link do post | comentar | favorito

A minha fantasia ideal

A minha fantasia tem cabelo liso, tem uma fita na cabeça com flores de várias cores, camisola larga e branca com flores e a saia também.

Eu gostava de ir assim mascarada à hippi ao Brasil para ir ver o desfile que lá é muito famoso.

Sofia (3º Ano)

publicado por Turma A às 12:24
link do post | comentar | favorito

A minha fantasia ideal

A minha fantasia é uma princesa.

O vestido é longo e é cor-de-rosa. Tem as mangas redondas em cima, tipo balão. Essa parte e ao pé do punho são amarelas.

Eu gostaria de ir com a minha fantasia a um baile, onde encontrava um príncipe e vivíamos felizes para sempre.

Catarina (3º Ano)

publicado por Turma A às 12:23
link do post | comentar | favorito

Get a Voki now!

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.posts recentes

. Memórias para os meus alu...

. Memórias para os meus alu...

. Memórias para os meus alu...

. Leituras frescas

. As minhas férias

. O Coração que não tinha A...

. Em Maio

. Dia Internacional da Famí...

. O Dia Internacional da Fa...

. Ciborro celebra Dia Inter...

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.mais sobre mim

Este blog apresenta textos da Turma A da Escola EB1 de Ciborro. Encontram relatos, informações, histórias, opiniões, convites... Leiam!... que nós por cá, também! (Sob responsabilidade da prof. Betina até 01/09/2008)

.links

.Que horas são?

blogs SAPO

.subscrever feeds